Esta página de web usa cookies. Aceita o uso de cookies externos? Sim Não Saber mais x
Questionário sobre acondroplasia
Desenhámos um questionário com o objetivo de conhecer a população ligada à acondroplasia.
O questionário é opcional e anónimo. Os dados obtidos serão usados para cálculos estatísticos e para perceber melhor a história natural da acondroplasia.
Se quiser preencher este questionário mais tarde, basta clicar no link no topo "Registe-se no BA"

O que é a hidroterapia?

 
A Associação de Hidroterapia e Fisioterapeutas Encartados (ATACP, sigla do inglês) define a hidroterapia como sendo "Um programa de fisioterapia que utiliza as propriedades da água, desenhado por um fisioterapeuta adequadamente qualificado. O programa deve ser específico para cada indivíduo para maximizar a sua função, que pode ser física, fisiológica, ou psicológica. Os tratamentos devem ser levados a cabo por pessoal treinado de forma apropriada, idealmente numa piscina de hidroterapia construída para este propósito e adequadamente aquecida" [1].
 
Basicamente a hidroterapia, também conhecida como terapia aquática, embora isto se refira a uma prática mais abrangente, toma partido das propriedades da água, tais como a flutuabilidade, para atingir determinados objetivos terapêuticos, tais como:

 

  • Aliviar os sintomas de determinadas doenças e lesões [2];

 

  • Melhorar a capacidade motora, coordenação e fala [3];

 

  • Melhorar a força e o tónus muscular [4];

 

  • Recuperar de fraturas, traumas e cirurgias [2];

 

  • Preparação para a cururgia [2];

 

  • Etc.

 

É um tratamento personalizado feito por um fisioterapeuta qualificado [1] e quando é combinada com outras formas de terapia é possivel tomar uma aproximação mais focada nos problemas particulares do paciente. Pode envolver turmas pequenas, se isso beneficiar o paciente. As crianças, frequentemente está "disfarçado" de brincadeira e, embora não seja tão eficaz em alguns aspetos como o exercício em terra, elas normalmente preferem a hidroterapia.

 

Que propriedades da água podem ser usadas para efeitos terapêuticos e que benefícios podem fornecer?

 

  • Flutuabilidade, que ajuda as articulações a suportar o peso do corpo, reduzindo a dor e propiciando a liberdade de movimentos, e pode ser usada para criar resistência, melhorando a mobilidade;

 

  • Atrito e fricção criados pela viscosidade da água criam resistência quando o corpo se move, e podem ser usados para o fortalecimento muscular e a mobilidade;

 

  • A turbulência pode ser usada para o fortalecimento muscular ao criar resistência, e para o equilíbrio e estabilidade ao criar um ambiente instável;

 

 

  • A temperatura pode ser ajustada, afetando a circulação (água quente causa vasodilatação, água fria causa vasoconstrição) e controlando o edema e a inflamação associadas a lesões [6, 7];

 

Hidroterapia na acondroplasia

 

Há uma clara falta de literatura científica sobre os efeitos da hidroterapia em pessoas com acondroplasia.

 

No entanto, a Fundação ALPE publicou recursos sobre este assunto, nomeadamente um poster explicando os benefícios da hidroterapia nesta população, um estudo de caso do tratamento de uma criança com hidroyerapia e um guia de exercícios de natação para bebés, ambos desenvolvidos pela Dr.ª Carmen Barreal.

 

A hidroterapia na acondroplasia visa melhorar o desenvolvimento das capacidades motoras, o tónus muscular (crianças com acondroplasia têm pouca massa muscular) e a mobilidade das articulações, com o cuidado particular de melhorar a extensão e rotação do cotovelo, o controlo da cabeça, os movimentos de rotação e o controlo respiratório.

 

Tem uma série de benefícios, para além dos listados acima, incluindo:

 

  • Alongamento e fortalecimento dos músculos das costas;
  • Fortalecimento dos músculos abdominais;
  • Melhora o equilíbrio e a coordenação;
  • Melhora a capacidade pulmonar.

 

O poster completo pode ser visto aqui.

 

O estudo de caso foca-se no tratamento de uma rapariga de 20 meses com hidroterapia e terapia de solo (o que normalmente se vê como fisioterapia) combinadas, de forma a melhorar a capacidade motora e a independência, com melhorias no tónus muscular, na abrangência e destreza dos movimentos como objetivos secundários.

 

Este tratamento reduziu o atraso do desenvolvimento motor desta criança, reduzindo-o por 1 mês (no fim do estudo, com 25 meses, ela tinha as capacidades motoras de uma criança de 21 meses, enquanto que aos 20 meses tinha as capacidades motoras de uma criança de 15 meses).

 

O caso de estudo pode ser visto na sua totalidade aqui.

A Dr.ª Carmen Barreal também partilhou exercícios para bebés com acondroplasia que podem ser feitos pelos pais. Começa com exercícios para bebés de 3 a 12 meses para desenvolver vários aspetos da natação:

 

  • Exercícios de habituação à água;
  • Controlo da postura;
  • Controlo da respiração;
  • Estimulação de movimentos alternativos com as pernas;
  • Exercícios de crol e de manipulação de objetos;
  • Flutuação.

 

A segunda parte deste curto guia descreve exercícios para bebés dos 12 aos 24 meses para melhorar:

 

  • O equilíbrio;
  • Motricidade básica;
  • Expressão motora.

 

O guia completo pode ser visto aqui.

 

Fontes:

  1. Aquatic Therapy Association of Chartered Physiotherapists. About ATACP. [cited 2018 14/03].
  2. AquaPhysio. Conditions we treat at AquaPhysio. [cited 2018 14/03].
  3. The Aquatic Therapist. The Benefits of Aquatic Therapy for Special Needs Children. 2011 [cited 2018 14/03].
  4. Partners in Learning. Aquatic therapy. [cited 2018 14/03].
  5. Maillard, S., Chapter 25 - Physiotherapy Management of Pediatric Rheumatology Conditions, in Handbook of Systemic Autoimmune Diseases, R. Cimaz and T. Lehman, Editors. 2016, Elsevier. p. 527-555.
  6. Lauren Robinson and A. Turner. Aquatic Therapy / Hydrotherapy. Rehabilitation [cited 2018 14/03].
  7. Torres-Ronda, L. and X.S.i. del Alcázar, The Properties of Water and their Applications for Training. Journal of Human Kinetics, 2014. 44: p. 237-248.
Para ver este site precisa do Internet Explorer 8 (ou uma versão mais recente)
ou outro browser.


Obrigado.